Première classe A1 Iniciante

Cultura(s): as vacinas e a percepção da dor

Écoutez la vidéo et retrouvez ce que disent le docteur et l'enfant.
Escute o vídeo e separe o que o médico e a criança dizem.
Glissez-déposez les éléments Help on how to respond the exercice

 

PC-Sante-Souffrance-Culture-PetitsCitoyens-DroitSanteSecurite-Vaccins-Video
Je ne veux pas de piqûre.
Bonjour. Tu viens pour tes vaccins ? C'est obligatoire. Ce n'est pas marrant. C'est pour ton bien.

nbOk elemento(s) correto(s) de nb

Atenção

Parabéns!

Published on 02/04/2013 - Modified on 08/09/2017
Traduzir
Mimie Mathy
Bonjour, tu viens pour tes vaccins ?
L'enfant
Oui, mais je veux pas de piqûre.
Mimie Mathy
Ça tombe mal parce que c'est obligatoire. Je sais que c'est pas marrant, mais c'est pour ton bien.
Mimie Mathy Bom dia, você veio para tomar a vacina?A criança Sim, mas eu não quero injeção.Mimie Mathy Que chato, porque a injeção é obrigatória. Eu sei que não é muito legal, mas é para o seu bem.

Cultura(s) / As vacinas e a percepção da dor

No seu país, na sua cultura, as vacinas são obrigatórias? Qual delas? Essas vacinas são total ou parcialmente reembolsadas? Você considera a preocupação com sua saúde algo desnecessário? Você está atento à medicina preventiva? Você pensa que as vacinas e os analgésicos, muito comuns em alguns países, não são úteis ou necessários para manter a saúde?No seu país, na sua cultura, como é considerada a dor física? Existem tratamentos para a dor? As pessoas acreditam que os bebês podem sofrer?   A política de prevenção de doenças pelas vacinas varia de acordo com o país. A Suíça e o Canadá não obrigam a nenhuma vacinação, mas recomendam algumas. Quando se trata de uma obrigação legal ou recomendação, a vacinação é integral ou parcialmente reembolsada. Na Bélgica, a vacinação contra a poliomielite é obrigatória. Na França, a vacinação contra a difteria e o tétano são obrigatórias. A vacinação contra a gripe de pessoas suscetíveis de contraí-la evitou inúmeras mortes.   A percepção da dor varia muito entre as pessoas e culturas. A medicina ocidental se interessou pela dor do adulto e seu tratamento depois da Segunda Guerra Mundial e, pela dor da criança, nos anos 1990.

Você também vai gostar