Première classe A1 Iniciante

Cultura(s): a jornada de trabalho e as férias

Regardez la vidéo. Écoutez les informations données sur les conditions de travail au Cambodge. Placez les phrases dans la bonne colonne.
Assista ao vídeo. Escute as informações sobre as condições de trabalho no Camboja. Coloque as frases na coluna adequada.
Glissez-déposez les éléments Help on how to respond the exercice

 

PC-Travail-Conditions-Cult-DestReussite-PhnomPenh-Video
Verdadeiro
Il y a une petite retraite pour les fonctionnaires. Il y a 28 jours fériés. Les Cambodgiens ont 18 jours de congés payés.
Falso
Les gens ont le droit à une allocation chômage. Les Cambodgiens travaillent 35 heures par semaine.

nbOk elemento(s) correto(s) de nb

Atenção

Parabéns!

Conception: Geneviève Briet, Université catholique de Louvain
Published on 02/05/2013 - Modified on 22/08/2017
Traduzir
Marie Brette, la présentatrice
Parlons des conditions de travail. Pas de retraite, je crois, pas de chômage. Est-ce qu'il y a des vacances ?
Aurélie Clerc, journaliste "LePetitJournal.com", Cambodge
Il y a une petite retraite pour les fonctionnaires, pas de chômage, par contre. On a 18 jours de congés payés et un gros calendrier de jours fériés, puisqu'il y en a 28 dans l'année.
Marie Brette
Ah ! Quand même ! C'est pas mal ! Et les heures de travail, hebdomadaire ?
Aurélie Clerc
Quarante-huit heures par semaine.
Marie Brette
Quarante-huit heures par semaine.
Marie Brette, apresentadora Vamos falar de condições de trabalho. Não há aposentadoria nem seguro-desemprego, eu imagino. Existem férias?Aurélie Clerc, jornalista "LePetitJournal.com", Camboja Existe um pequena aposentadoria para os funcionários públicos, porém, não há seguro-desemprego. Temos 18 dias de férias remuneradas e um grande calendário de feriados, são 28 por ano.Marie Brette Ah! Olha só! Nada mal! E as horas de trabalho semanal?Aurélie Clerc Quarenta e oito horas por semana.Marie Brette Quarenta e oito horas por semana.

Cultura(s) / A jornada de trabalho e as férias

No seu país, quanto tempo as pessoas trabalham por semana? As pessoas desempregadas têm direito a um subsídio? E as pessoas aposentadas? Os trabalhadores salariados têm direito a férias remuneradas? Mediante algumas condições, os franceses têm direito a um seguro-desemprego e a uma aposentadoria aos 62 anos. Os franceses dispõem de 10 feriados e de cinco semanas de férias remuneradas por ano. Os suíços e os belgas têm direito a 20 dias de férias remuneradas, além dos feriados. No Canadá, a maioria dos trabalhadores empregados há mais de um ano têm direito a apenas duas semanas de férias. Os feriados são legalmente dias de folga: ninguém trabalha nesses dias, com exceção dos padeiros e dos serviços de urgência dos hospitais... As férias remuneradas são férias pagas pelo empregador, proporcionais ao número de dias trabalhados durante o ano. Na França, as férias escolares de verão duram 2 meses. Muitas famílias tiram férias em julho ou em agosto, e o ritmo das empresas normalmente diminui em agosto. O tempo legal de trabalho na França é de 35 horas por semana. Os principais beneficiários desse regime são os funcionários administrativos e os de grandes empresas. As 35 horas não são as horas máximas a serem feitas na semana, mas um número de horas de base para o cálculo das horas extras e para a introdução do trabalho de meio período. A semana de trabalho se estende de segunda à sexta. Os horários de trabalho geralmente vão de 8h30-9h30 até 17h30-18h30. O tempo legal de pausa para o almoço é de 45 minutos, mas é comum que ela dure uma hora (na França). Com a introdução da semana de 35h, algumas empresas instauraram jornadas de 8 horas, deixando a tarde de sexta-feira livre. Os horários dos executivos tendem a ser mais flexíveis. Seus horários de chegada e de saída variam em função de sua carga de trabalho, e as pausas para o almoço também podem ser mais longas. É comum ver um executivo deixar o trabalho depois das 19h30, 20h. Fonte: http://www.justlanded.com/francais/France/Guide-France/Emploi/Travailler Acessado em 8/11/2010

Você também vai gostar