Cultura(s) / A jornada de trabalho e as férias

A1 Iniciante
No seu país, quanto tempo as pessoas trabalham por semana? As pessoas desempregadas têm direito a um subsídio? E as pessoas aposentadas? Os trabalhadores salariados têm direito a férias remuneradas? Mediante algumas condições, os franceses têm direito a um seguro-desemprego e a uma aposentadoria aos 62 anos. Os franceses dispõem de 10 feriados e de cinco semanas de férias remuneradas por ano. Os suíços e os belgas têm direito a 20 dias de férias remuneradas, além dos feriados. No Canadá, a maioria dos trabalhadores empregados há mais de um ano têm direito a apenas duas semanas de férias. Os feriados são legalmente dias de folga: ninguém trabalha nesses dias, com exceção dos padeiros e dos serviços de urgência dos hospitais... As férias remuneradas são férias pagas pelo empregador, proporcionais ao número de dias trabalhados durante o ano. Na França, as férias escolares de verão duram 2 meses. Muitas famílias tiram férias em julho ou em agosto, e o ritmo das empresas normalmente diminui em agosto. O tempo legal de trabalho na França é de 35 horas por semana. Os principais beneficiários desse regime são os funcionários administrativos e os de grandes empresas. As 35 horas não são as horas máximas a serem feitas na semana, mas um número de horas de base para o cálculo das horas extras e para a introdução do trabalho de meio período. A semana de trabalho se estende de segunda à sexta. Os horários de trabalho geralmente vão de 8h30-9h30 até 17h30-18h30. O tempo legal de pausa para o almoço é de 45 minutos, mas é comum que ela dure uma hora (na França). Com a introdução da semana de 35h, algumas empresas instauraram jornadas de 8 horas, deixando a tarde de sexta-feira livre. Os horários dos executivos tendem a ser mais flexíveis. Seus horários de chegada e de saída variam em função de sua carga de trabalho, e as pausas para o almoço também podem ser mais longas. É comum ver um executivo deixar o trabalho depois das 19h30, 20h. Fonte: http://www.justlanded.com/francais/France/Guide-France/Emploi/Travailler Acessado em 8/11/2010